Depois de quase dois dias com o incêndio a rondar Monchique, depois de um ano em que tanto se falou de limpeza de matas, entramos na madrugada desta segunda-feira com as imagens das chamas a “lamber” as paredes das casas da vila de Monchique que invadem todos os directos televisivos.

Não era suposto terem sido limpas as matas em vários metros de distância das habitações!? Não era suposto haver meios suficientes para impedir que um ou dois incêndios em curso no país (estão em curso esta noite o incêndio em Monchique e em Marvão) possa ainda assim levar populações na frente desalojando aqueles que deixam os seus bens para trás!?

Há que o dizer... a sorte dos portugueses foi termos tido um início de Verão completamente atípico, com o Junho e o Julho dos mais frios dos últimos anos, porque se o calor tivesse chegado mais cedo as populações já teriam sofrido por esta altura muito mais, mesmo depois de todas as medidas, todas as limpezas, todas as prevenções...

Só falta daqui a umas semanas termos dinheiros a serem distribuídos supostamente para as populações de Monchique que na verdade nunca chega a essas populações, uma história que já vimos num passado recente em outros locais.

De quem é a culpa!? Ora, de ninguém... a culpa é tão só dos caprichos da natureza, da falta de acessos nas áreas florestais, dos ventos fortes, do calor excessivo, dos fenómenos extremos e das trovoadas secas... ou seja, de ninguém... como sempre!

Jorge Reis

Pin It