Afinal serão apenas seis os concelhos que irão manter-se no actual nível de desconfinamento a partir de segunda-feira e que se juntarão aos quatro concelhos que recuam mesmo para a fae anterior, isto depois de ter sido assumido um erro de cálculos relativo ao concelho de Beja.

Contas erradas da parte da Direcção Geral de Saúde (DGS) e entretanto rectificadas já esta sexta-feira determinam assim que o concelho alentejano de Beja possa avançar para um maior desconfinamento foi retificado esta sexta-feira. Primeiro-ministro já informou presidente da câmara.

Em declarações ao Jornal de Notícias, o autarca de Beja, Paulo Arsénio, revelou que o primeiro-ministro António Costa avançou com um contacto telefónico já esta manhã confirmando que os números entretanto corrigidos pelo Municípioeram efectivamente os correctos.

Beja02

Na fórmula de cálculo da incidência por cada 100 mil habitantes, o concelho de Beja, com 33.579 habitantes, apresenta um rácio de 107 casos, fora dos 120 que obrigavam a que se mantivesse na segunda fase de desconfinamento. Assim, Beja avança para a 3.ª fase do desconfinamento.

Recorde-se que esta quinta-feira, em declarações proferidas no final do Conselho de Ministros, o primeiro-ministro António Costa deu conta das decisões quando ao avançar do País para uma nova fase do desconfinamento, algo que foi aprovado com algumas excepções.

LusoNotícias
Pin It