Com o recinto do NOS Alive lotado com público de todas as idades, o dia 12 de Julho permitiu o primeiro dos três dias do NOS Alive, com Miguel Araújo a abrir as festividades no Palco NOS, quando o tapete verde do Passeio Marítimo de Algés, apontado pela organização do evento em jeito de brincadeira como “o maior relvado sintético da Europa”, se apresentava ainda como um espaço ainda a “meio gás”, antecedendo a Bryan Ferry.

“Maridos das Outras” foi a canção que encerrou o concerto do Português abrindo a “cortina” a Bryan Ferry, cantor e músico de 72 anos, que se apresentou Impecavelmente vestido de fato, no seu jeito de “gentleman” de acordo com a sua performance já vinda dos anos 80. O alinhamento do artista centrou-se nos êxitos dos Roxy Music, destacando-se os solos “Don’t Stop the Dance” e “Slave to Love”, para além dos temas “If There Is Something”, “Let’s Stick Together”, “Avalon”. O artista proporcionou deste modo um concerto contido e discreto, ainda que preenchido pela sua habitual classe.

Miguel Araújo abriu a edição de 2018 do NOS Alive no que disse respeito às actuações sobre o Palco NOS

Aos 72 anos, Bryan Ferry mantém a classe que sempre caracterizou a sua música mas também a sua postura

Com a chegada da hora do “sunset” no Passeio Marítimo de Algés, um dos momentos porventura mais agradáveis de cada dia daquele espaço que, por não ser propriamente musical, passa quase sempre despercebido aos festivaleiros, o Palco NOS Alive prosseguiu o respectivo alinhamento com os norte-americanos Nine Inch Nails que fizeram “tremer” o chão. A voz de Trent Reznor, vocalista, inundou o recinto do festival, misturando o rock com outras variações.

Sem margem para dúvidas uma das bandas mais geniais dos últimos tempos, os Nine Inch Nails constam na ambicionada lista da americana Rolling Stone “100 greatest artists of all time” e tem o seu nome gravado na Rock and Roll Hall of Fame. Até hoje, os Nine Inch Nails já foram nomeados inúmeras vezes na gala dos Grammy, tendo levado o prémio para casa com os temas “Wish” e “Happiness in Slavery”. O concerto absolutamente poderoso terminou em modo suave com a música “ I Hurt myself today”.

Trent Reznor liderou os Nine Inch Nails nesta passagem desta premiada banda pelo Passeio Marítimo de Algés

Pelas 22h20 subiam ao palco os Snow Patrol, para delícia de inúmeras memórias de grande parte do público. Apesar de de alguns problemas técnicos que atrasaram em alguns minutos o concerto, a boa disposição imperou e um “Acontece” permitiu aos Snow Patrol explicar os pequenos percalços por entre a agradável interacção com o público: “Como estão todos? Está tudo bem?”

Após poucos minutos e resolvidas as questões técnicas deu-se inicio ao alinhamento: “Chocolate”, “Called out in the dark”, “Crack the shutters”, “Don’t give in”, “Open your eyes”, “Run”, “Empress”, “Make this go on”, “Shut your eyes”, “Chasing Cars” e a terminar Just say yes”.

O grande êxito “Chasing Cars” foi dedicado pelos Snow Patrol aos Queens of the Stone Age que irão poder subir ao palco principal do NOS Alive no dia 13 de Julho.

O nome grande do primeiro dia do NOS Alive era, claramente, Arctic Monkeys, mas os Snow Patrol estiveram em plano igualmente elevado

Recorde-se que a banda Snow Patrol editou este ano um novo álbum, Wilderness, do qual faz parte a música “Empress”. Todavia, é no passado que estão os êxitos que nos trazem muitas memórias desta banda cujo o concerto não foi extenso, mas da qual se sabe que dia 18 de Fevereiro estarão de regresso a Lisboa, nessa altura para um concerto no Campo Pequeno.

A noite já ia longa, e eis que chega a hora, talvez a mais esperada pelo público, para a atuação dos Arctic Monkeys, que regressam a Portugal com álbum novo, “Tranquility Base Hotel & Casino”, combinando assim influências oriundas de duas gerações diferentes. Mais adultos e maduros, os membros da banda têm vindo a diversificar as suas músicas. “Tranquility Base Hotel & Casino” é exemplo deste crescimento.

Turner, é o mestre de cerimónias, impecavelmente vestido, cabelo puxado para trás, encaminha o alinhamento do concerto entre temas 'Don't Sit Down 'Cause I've Moved Your Chair', 'Crying Lightning', '505', 'I Bet You Look Good On The Dancefloor'.

Com a música dos Arctic Monkeys chegou ao final o primeiro de três dias do alinhamento para o Palco NOS na edição de 2018 do NOS Alive

Estarão mais velhos, mais maduros, mais crescidos... mas apesar de terem crescido, os “miúdos” voltaram a encher o mesmo recinto que esgotaram em 2013 neste que foi o primeiro dia do NOS Alive com atenções particulares ao Palco NOS.

texto: Ana Cristina Augusto
fotos: JCMyro e NOS Alive

180712 NOSAlive 058

Pin It