Conceituado aquém e além fronteiras, Rodrigo Leão, um artista português com um nome e uma carreira reconhecida, apresentou na noite de 15 de Junho, no Salão Preto e Prata do Casino do Estoril uma nova versão de “Os Portugueses”, comemorando e celebrando os seus 25 anos de uma notável carreira, a solo, que atravessou fronteiras, sendo justamente reconhecido nos dias de hoje um pouco por todo o mundo.

A primeira parte do concerto “Os Portugueses” trouxe-nos projeções da série televisiva, de Joana Pontes e António Barreto, intitulada “Portugal, um Retrato Social”, acompanhadas pelos temas instrumentais escritos por Rodrigo Leão para a referida peça televisiva. Depois, na segunda parte, eis que surge em palco a convidada especial da noite, a já não desconhecida Selma Uamusse, cantora que nos habituámos a ver com os Wraygunn, e que tem acompanhado Rodrigo Leão, entre outros músicos, e se vem afirmando em nome próprio no panorama musical.

Além dos temas interpretados onde se incluiu o Pastor, Selma Uamusse ainda teve o seu momento de “cinderela” quando, a meio do espectáculo, tendo o salto do sapato preso ao chão, pediu ajuda a alguém da produção pois não se conseguia mexer, num momento que permitiu alguma descontração e sorrisos na plateia.

De regresso à música de Rodrigo Leão, este traz-nos a sua melancolia em jeito de banda sonora que nos vem acompanhando há 25 anos. O ano de 2018, aliás, é o ano de celebração desses mesmos 25 anos de carreira que não passam despercebidos um pouco por todo o mundo. Tendo presente as influências da música clássica, pop, portuguesa, brasileira e também francesa, Rodrigo Leão tem tido participações musicais com Adriana Calcanhotto e Lula Pena, Daniel Melingo, Beth Gibbons, Scott Mathews, Rosa Passos entre tantos outros.

Este concerto teve várias composições de Rodrigo cantadas em português que se tornaram em alguns dos seus temas mais amados, a par de clássicos instrumentais que retratam a sua veia melancólica que não passa apenas pela tristeza trazendo também alguns temas bem alegres. Este é o mote da versão revista e atualizada deste concerto “Os Portugueses”.

Ainda durante o mês de Junho, “Os Portugueses” estarão disponíveis numa edição discográfica que, com este mesmo nome, incluirá novas gravações dos temas que fazem parte do alinhamento de palco, com a participação de algumas das vozes convidadas com que Rodrigo Leão trabalhou ao longo da sua carreira.

Em palco, Rodrigo far-se-á acompanhar por um(a) cantor(a) convidado(a) e por uma formação ancorada num naipe de cordas (violino, violoncelo e viola), bem como por um multi-instrumentista que lhe permitirá reproduzir em palco os múltiplos ambientes sonoros das gravações originais.

O ano de 2018 trará também os últimos concertos da digressão conjunta com o cantor-compositor Scott Matthew. A digressão do álbum resultante da sua parceria, Life Is Long, terminará com atuações em Lisboa e no Porto de um músico que, entre outros grupos, integrou os Madredeus e os Sétima Legião, afirmando-se actualmente como "um autodidata" que está "sempre a procurar melodias e harmonias."

Até ao final do ano, as celebrações relativas aos 25 anos de carreira de Rodrigo Leão continuam, desejando a nossa equipa para este músico português que venham mais 25 repletos das boas sonoridades a que nos tem habituado a todos nós, os portugueses!

texto: Ana Cristina Augusto
fotos: ©Casino Estoril

Pin It