Diversas explosões na zona portuária de Beirute, a capital do Líbano, provocaram mais de uma centena de mortos e várias centenas de feridos de acordo com os primeiros relatos dos canais internacionais de televisão que estão a dar conta do verdadeiro caos em que mergulhou aquela cidade do médio oriente.

De acordo com a BBC, só a um dos hospitais da capital libanesa acorreram mais de 400 feridos logo depois da segunda grande explosão que foi sentido a mais de 200 quilómetros de distância.

Os primeiros relatos das autoridades libanesas apontam para diversas explosões que terão ocorrido na sequência de um incêndio que estaria a decorrer na zona portuária num edifício em que estaria armazenado material pirotécnico o qual iria ser carregado num navio que aportara a Beirute com esse intuito. Outros relatos, contudo, apontam armas e diverso material bélico que estaria ali armazenado.

Certo é que o que quer que fosse acabou por provocar uma explosão de tal ordem que apenas a onda de choque provocada pela mesma acabou por provocar um rasto de destruição numa área de vários quilómetros.

Outras informações a partir de Beirute dão conta entretanto que equipas de bombeiros que estariam a combater um primeiro incêndio na zona do porto de Beirute simplesmente desapareceram na sequência da segunda grande explosão, a qual culminou na referida onda de choque sentida um pouco por todo o médio oriente mas também na ilha de Chipre, a mais de 200 quilómetros de Beirute.

LusoNotícias

Pin It