×

Mensagem

Failed loading XML... Entity 'ccedil' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'aacute' not defined Entity 'aacute' not defined Entity 'atilde' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'atilde' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'aacute' not defined Entity 'aacute' not defined Entity 'ecirc' not defined Entity 'ecirc' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'oacute' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'aacute' not defined

A tenista polaca Katarzyna Kawa, de 25 anos, surpreendentemente venceu a final do Óbidos Ladies Open, torneio que se apresenta como a maior prova do circuito feminino da WTA em Portugal (25,000$), reunindo cerca de 70 atletas oriundas de mais de 30 países, incluindo tenistas do Top 200 mundial e finalistas de diversas provas do Grand Slam, sendo por isso o mais importante evento da modalidade para o ténis feminino realizado em Portugal.

Relativamente ao triunfo de Katarzyna Kawa, a jogadora que veio do qualifying venceu em três sets a quarta cabeça de série, Dejana Radanovic, tenista sérvia de 22 anos. Depois de uma noite com chuva, o início do encontro foi adiado por várias vezes, tendo começado atrasado, mas apesar de tudo as duas atletas não perderam a motivação e proporcionaram um jogo de elevada qualidade e emoção. A atleta sérvia até entrou com um ritmo mais elevado, tendo chegado ao 3-0. Contudo, a polaca Katarzyna Kawa recuperou, conseguiu fazer o 3-2, mas seria a sérvia a levar a melhor vencendo o set por 6-4.

Katarzyna Kawa não se deixou abater e empatou a partida, vencendo o segundo set por 7-5 depois de ter recuperado de 0-3. Era então tempo para decidir e no momento das decisões houve lugar ao terceiro e último set que começou, outra vez, com vantagem da sérvia que conseguiu facilmente o 2-0. Depois tudo mudou e Kawa levou a melhor vencendo por 6-3.

ObidosLadiesOpen 003

ObidosLadiesOpen 002

Katarzyna Kawa, vencedora surpresa do Óbidos Ladies Open, em declarações finais explicou como tudo se passou: “No primeiro set não aconteceu nada de especial, ela foi melhor, senti muita pressão e cometi erros! Não consegui disputar esse set mas consegui nos outros!”

Sobre a vitória, a tenista polaca, que deixou a clara intenção de um dia poder voltar a Portugal “mas com bom tempo”, acrescentou: “Até ao fim não acreditei muito que fosse possível mas lutei por cada ponto e dei o meu máximo.”

A atleta da Sérvia que perdeu por 2-1 esta final começou por dar conta de ter sido esta a primeira vez que jogou em relva na presente temporada, sendo que talvez por isso o seu nível baixou ligeiramente após o primeiro set. Sobre o futuro disse que ia estar cá mais duas semanas a competir depois de um torneio de que disse ter gostado: “Foi difícil habituar-me à relva mas gostei muito, foi tudo muito bom e pudemos dar conta de uma excelente organização.”

Organizado pelo Clube Guardian Bom Sucesso, pela Câmara Municipal de Óbidos e a Federação Portuguesa de Ténis, o Óbidos Ladies Open decorre entre 26 de Maio e 17 de Junho, com um torneio a cada semana.

©LusoGolo

Pin It