O Real Madrid conquistou este sábado o seu 13º título de Campeão Europeu de clubes, e terceiro consecutivo já no actual formato da Liga dos Campeões, ao vencer o Liverpool na final daquela competição, disputada em Kiev, e evidenciando deste modo a sua supremacia no futebol europeu.

Num jogo em que o primeiro tempo terminou com um empate sem golos, foi Benzema quem fez o primeiro golo depois de um erro clamoroso do guarda-redes Karius, guardião germânico que no passado esteve apontado ao Benfica e que entretanto rumou ao Liverpool onde foi neste jogo titular na equipa às ordens de Jurgen Klopp.

Antes dos golos, um lance acabou por marcar este jogo quando o espanhol Sérgio Ramos, capitão do Real Madrid, puxou o braço do egípcio Mohamed Salah derrubando-o e provocando-lhe uma forte contusão no ombro que acabaria por retirar o avançado do Liverpool do jogo. O árbitro não mostrou sequer um cartão amarelo, mas a falta feia de Sérgio Ramos atirou Salah para o balneário, tirando ao Liverpool o seu jogador mais criativo na frente de ataque.

SergioRamos Salah 004

SergioRamos Salah 001

SergioRamos Salah 002

SergioRamos Salah 003

RealMadrid Liverpool 001

Assim, e já sem Salah no jogo, o jogo que depois do intervalo manteve o nulo no marcador, teve o primeiro golo logo ao minuto 50'. O guarda-redes do Liverpool tentou repor a bola em jogo com a mão para um companheiro da defesa do Liverpool, atirou a bola para a frente de Benzema, e o internacional francês do Real Madrid só teve que levantar a bola a interceptar a trajectória desta, levando a que o esférico rolasse lentamente para dentro da baliza do conjunto inglês. A perder, o Liverpool não baixou os braços e rapidamente repôs a igualdade, com um golo apontado por Mané, o senegalês que foi neste jogo o melhor elemento em campo da turma do Liverpool.

De novo empatados os dois conjuntos, acabou por ser o Real Madrid que voltou a chegar ao golo, agora por força de um lance de tremenda qualidade protagonizado por Gareth Bale que, dentro da grande área do Liverpool, efectuou um pontapé de bicicleta para um golo de fantástico efeito a colocar de novo o Real em vantagem depois de uma assistência de Marcelo. O mesmo Bale, ao minuto 82' com um remate desferido de longe, levou a que Karius voltasse a “borrar a pintura” com mais um “frango” de todo o tamanho, para o terceiro golo do Real Madrid que fechou a contagem do jogo e ditou a conquista da turma espanhola de mais este título europeu na prova maior de clubes da Europa.

No final do jogo, o internacional português Cristiano Ronaldo, jogador que tem agora no seu currículo a conquista de cinco Ligas dos Campeões da UEFA, sendo por isso pentacampeão de clubes da UEFA, lançou um novo tabú no futebol europeu ao deixar no ar a indicação de que poderá estar de saída do clube de Madrid, situação que prometeu esclarecer nas próximas semanas quando estiver ao serviço da Selecção de Portugal.

Gareth Bale, jogador que entrou no jogo já no segundo tempo para o lugar de Isco, e que, ao marcar dois golos e com isso desequilibrar o jogo da Final da “Champions”, garantiu a indicação sem dúvida justa de “homem do jogo” neste último jogo da temporada do futebol europeu da temporada de 2017/2018.

©LusoGolo

SergioRamos Salah 000

RealMadrid Liverpool 006

RealMadrid Liverpool 005

RealMadrid Liverpool 002

Pin It