BTL2015O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho fez parte do leque de personalidades que testemunharam esta quarta-feira a cerimónia de abertura da 27ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa . Nas instalações da Feira Internacional de Lisboa, acompanhado de Pires de Lima e Poiares Maduro, os ministros, respectivamente, da Economia e do Desenvolvimento Regional, Passos Coelho pôde assim dar conta daquele que porventura o mais importante evento para o sector do turismo, o qual irá estar em curso até ao próximo domingo, ficando reservados os dois primeiros dias a serem reservados aos visitantes profissionais, passando a receber o público a partir de sexta-feira.

A meta para a edição deste ano da Bolsa de Turismo de Lisboa, cuja inauguração foi igualmente acompanhada pelo Secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, e por vários representantes do sector turístico do país, como o presidente do Turismo de Portugal, João Cotrim de Figueiredo, passa por poder receber pelo menos 70.000 visitantes no espaço dos 30 mil metros quadrados que lhe estão reservados na FIL, distribuídos em três pavilhões e áreas exteriores.

Para além das diversas regiões de Portugal, que apresentam nestes dias os seus produtos e locais mais emblemáticos neste evento, estão igualmente ali presentes diversas nações, com 36 destinos presentes na área “internacional”, alguns dos quais pela primeira vez como a China, Croácia, Guiné-Bissau, Tailândia, Peru, Colômbia, Paraguai, Irão, Peru, Roménia, e dois estados brasileiros, nomeadamente o de Pernambuco e o de Santa Catarina.

A organização da BTL prevê receber 400 ‘hosted buyers’, operadores turísticos estrangeiros convidados, que podem colocar Portugal na rota dos destinos turísticos nos seus países de origem. Para além destes, são esperados também entre 2500 a 3000 visitantes estrangeiros, de 35 nações diferentes, números adiantados pela directora de feiras da FIL, Fátima Vila Maior.

Pin It