Liderada pelo antigo craque do FC Porto, Rabah Madjer, a selecção da Argélia que mais logo irá ser adversária da Selecção de Portugal no último jogo de preparação para o Mundial da Rússia realizou um treino de adaptação ao relvado do Estádio da Luz com dois jogadores a destacarem-se na concentração das curiosidades por parte dos jornalistas portugueses, nomeadamente o portista Brahimi, mas também o ex-sportinguista Islam Slimani, emprestado pelo Leicester ao Newcastle, numa selecção em que alinha também Soudani, ex-Vitória de Guimarães, três jogadores que, não sendo portugueses, são afinal bem conhecidos dos adeptos lusos.

Igualmente conhecido é Madjer, o “génio do calcanhar” que deu o título de Campeão Europeu ao FC Porto com um golo de calcanhar em Viena, e que actualmente está a ser alvo de contestação, depois da Argélia ter perdido frente à selecção de Cabo Verde então treinada pelo técnico português Rui Águas. Rabah Madjer mostra-se ainda assim tranquilo e disponível para continuar a comandar a selecção argelina.

Brahimi, surge como o "capitão" deste conjunto e mais logo serão certamente um adversário adequado à evolução da Turma das Quinas que prepara o primeiro compromisso oficial no Mundial da Rússia no próximo dia 15 do corrente mês de Junho, frente à Espanha, em Sochi. Depois disso, Portugal voltará a jogar com Marrocos no dia 20, em Moscovo, e a 25, com o Irão de Carlos Queiroz, em Saransk.

Quando à Argélia, ausente do Mundial da Rússia depois de ter ficado na última posição de um grupo em que estavam também a Tunísia, Zâmbia e Camarões, transporta ainda na memória a boa prestação em 2014 quando a turma argelina chegou aos oitavos de final no Mundial do Brasil, do qual foi afastada pela Alemanha, que seria campeã, por 2-1 e somente no prolongamento.

Madjer, o segundo jogador mais internacional e segundo melhor marcador da história da selecção da Argélia, até entrou bem nos primeiros jogos à frente da formação argelina, mas começou a comprometer com derrotas nas deslocações ao Irão (2-1) e Arábia Saudita (2-0), bem assim como na recepção a Cabo Verde (2-3).

fotos: Luís Moreira Duarte

Pin It