Após ter consentido um empate frente à Tunísia, a Selecção de Portugal consentiu este sábado um novo empate, desta feita sem golos (0-0), em Bruxelas, frente à sua congénere da Bélgica, num jogo marcado pelo equilíbrio, por entre fases da partida em que os belgas dominaram e outras em que Portugal até poderia ter chegado à vantagem, quase sempre por remates desferidos de fora da área da baliza à guarda do guarda-redes Courtois.

Para este jogo de preparação para o Campeonato do Mundo FIFA de futebol, que decorrerá na Rússia entre 14 de Junho e 15 de Julho, o seleccionador Fernando Santos ainda não pôde contar com Cristiano Ronaldo, que só amanhã, segunda-feira, é que se juntará ao grupo de trabalho da Turma das Quinas no caminho para o Mundial da Rússia.

Assim, deixando no banco de suplentes o guarda-redes Rui Patrício e apostando em Beto — em relação a Rui Patrício ficou deste jogo a curiosidade do seu nome ter constado da lista de jogadores como o único referido sem clube de referência, isto depois dele ter pedido a rescisão de contrato com o Sporting —, surgiram no "onze" titular os defesas Cédric, Pepe, José Fonte e Raphael Guerreiro, ainda os médios William Carvalho, João Moutinho que neste jogo assumiu o papel de capitão da equipa lusa e João Mário, e ainda, na frente, Bernardo Silva, Gonçalo Guedes e Gelson Martins.

180602 PortugalBelgica 001

180602 PortugalBelgica 000

Relativamente à turma belga, o seleccionador daquele país, Roberto Martinez, chamou à titularidade neste jogo o guardião Courtois, os defesas Meunier, Alderweireld, Kompany e Vertonghen, ainda quatro médios, nomeadamente Carrasco, Dembele, De Bruyne e Eden Hazard, aparecendo como elementos mais adiantados no terreno Mertens e Lukaku.

Com aqueles argumentos, as duas equipas começaram por permitir um jogo em que a formação que jogava em casa conseguiu empurrar a Selecção de Portugal para perto da sua baliza, com Beto a ser chamado a intervir com particular acerto em várias vezes. Portugal, ainda assim, conseguiu responder a preceito e construiu também algumas oportunidades, nomeadamente à beira do intervalo quando João Moutinho e Gonçalo Guedes, com remates desferidos ainda bem fora da grande-área da baliza de Courtois, obrigou este a defesas incompletas ou a ver a bola passar bem perto dos postes.

Poucas mexidas para um “onze” mais consolidado

Para o segundo tempo, Fernando Santos operou algumas alterações na Selecção de Portugal, mas desta vez em menor número do que havia determinado no anterior jogo de preparação, deixando claro que com a aproximação do arranque do Mundial tudo parece mais consolidado em termos de ideias e convicções para o seleccionador nacional quanto à forma como irá apresentar a Selecção de Portugal na Rússia frente à Espanha, com quem a Turma das Quinas irá realizar o primeiro jogo “a sério” para o Mundial. Acabariam assim por entrar no jogo Ricardo Quaresma por troca com Gelson Martins, mas também Manuel Fernandes e André Silva por troca com João Mário e Bernardo Silva. Antes do final da partida, também João Moutinho e Gonçalo Guedes viriam a dar os respectivos lugares a Bruno Fernandes e Mário Rui, elementos que pouca ou nenhuma intervenção tiveram nesta partida.

O guarda-redes Beto ainda “assustou” a equipa técnica de Portugal ao acusar uma lesão, obrigando mesmo os elementos do corpo clínico da Selecção Nacional a entrar no relvado, mas nenhum problema viria a ser detectado pelo que o guardião prosseguiu no relvado por mais alguns minutos, poucos já que entretanto o jogo viria a ser dado por terminado com o apito do árbitro.

@LusoGolo

180602 PortugalBelgica 002

180602 PortugalBelgica 004

180602 PortugalBelgica 005

Pin It