Os "reds" de Liverpool, jogando esta tarde de branco, consentiram uma derrota em Roma por 4-2, frente à AS Roma, mas garantiram a presença na final da Liga dos Campeões a disputar em Kiev, na Ucrânia, lado a lado com o Real Madrid. Num jogo jogado sempre com um ritmo elevado, e que vinha desde logo condicionado com a larga vantagem conseguida pelo conjunto inglês na primeira mão, quando venceu por 5-2 em Liverpool, foi sempre este conjunto quem conseguiu controlar os acontecimentos, permitindo à AS Roma o espaço possível para se aproximar do empate da eliminatória sem nunca o alcançar.

Na conclusão da eliminatória marcada por um total de 13 golos (!!!), sete dos quais na primeira mão e mais seis no jogo desta noite, o Liverpool, que esta quarta-feira foi mesmo a primeira equipa a marcar tendo estado em vantagem no jogo por duas vezes, nunca perdeu o comando dos acontecimentos, consentindo o quarto e último golo da AS Roma já no últimos dos minutos de compensação numa grande penalidade assinalada por mão na bola de Klavan. Chamado a transformar o castigo máximo, Radja Nainggolan fez o quarto golo para a formação romana naquele que foi um prémio de compensação para a AS Roma, com uma vitória em casa frente a um Liverpool que terá agora pela frente o Real Madrid no jogo da Final da Champions.

E se Firmino e Salah foram os homens do jogo na primeira mão ao apontarem quatro dos cinco golo do Liverpool, desta vez nenhum deles marcou qualquer golo, tendo faturado para os “reds” Mané, logo ao minuto 09', e Gini Wijnaldum (26'), respondendo a AS Roma com um autogolo de James Milner aos 15', tendo o jogo chegado ao intervalo com o Liverpool em vantagem (1-2), prosseguindo a turma romana a marcar por Dzeko (52') e Nainggolan (86' e 90+4' de grande penalidade).

A final da Liga dos Campeões será disputada em Kiev, no próximo dia 26 de Maio.

fotos: reprodução ©Twitter

Pin It