twitterA rede social Twitter anunciou que removeu a limitação de 140 caracteres no seu serviço de mensagens diretas . O limite é agora de 10 mil caracteres par permitir conversações mais longas entre os utilizadores.

Sachin Agarwal, gestor de produtos para as mensagens directas do Twitter, explicou que a ideia é tornar estas mensagens privadas num lugar onde o utilizador pode falar sobre temas que viu no Twitter. “Queremos ter a certeza que é possível haver um movimento fluido entre o público e o privado”, indicou o responsável, naquele que é “mais um grande passo no sentido de tornar o lado privado do Twitter ainda melhor e mais divertido”.

De acordo com o jornal espanhol El País, citado pelo Observador, esta alteração permite ao Twitter entrar também na corrida das aplicações de conversa através da internet, concorrendo contra advsersários de peso como o Messenger, WhatsApp, Viber, Hangouts e Skype.

As empresas são uma das principais beneficiadas com esta alteração, já que utilizam a rede social como um canal de comunicação com os clientes. As companhias aéreas são um exemplo flagrante: foram pioneiras na exploração da funcionalidade, trocando mensagens diretas com os clientes sempre que surjam queixas na rede social — tais como, por exemplo, perda de bagagem ou atrasos. Outras companhias acabaram entretanto por adotar a ideia.

O limite de 140 caracteres mantém-se se a mensagem directa for feita a partir de um SMS. O mesmo limite continua a aplicar-se aos tweets públicos, que se mantém como até aqui.

Esta é apenas uma das muitas alterações que o Twitter tem vindo a desenvolver nos últimos meses, tendo em vista a expansão da marca. Em março, a empresa lançou o Periscope, uma aplicação móvel de transmissão de vídeo em direto, que já ultrapassou os 10 milhões de utilizadores. Sabe-se, no entanto, que a empresa está já a trabalhar noutro projeto que permitirá explorar tweets relacionados com eventos ao vivo, sob o nome temporário “Project Lightning”.

Pin It