Se dúvidas existissem quanto às mínimas possibilidades do Benfica em ser campeão na presente temporada e dessa forma garantir o pentacampeonato, elas ficaram dissipadas este sábado com a vitória do Tondela em pleno Estádio da Luz, por 2-3, num jogo em que o Benfica só se pode queixar de si mas também das opções do técnico Rui Vitória.

Com um esquema defensivo bem estudado e ainda melhor levado à prática, e com um nível de eficácia de cem por cento, o Tondela fez três golos nas três oportunidades que construiu,. Aliás, poderia mesmo ter feito o quarto golo (que fez mas não contou), não fosse a interpretação duvidosa do árbitro Nuno Almeida de "jogo perigoso" num lance em que  Tó Mané levantou o pé perto de Luisão antes de Miguel Cardoso introduzir a bola na baliza à guarda de Bruno Varela.

Curiosamente, o Benfica, que até entrou muito bem no jogo, e chegou à vantagem ao minuto 12, com um golo de Pizzi após assistência de Rafa, teve tudo para controlar a partida e garantir os indispensáveis três pontos para manter acesa a esperança do título. Porém, o Tondela não desarmou, manteve o seu esquema táctico, e soube tirar o melhor partido dos erros defensivos de elementos como Luisão e Douglas, ou Samaris que nunca conseguiu segurar o jogo no meio-campo. Aliás, o Benfica terá começado a perder este jogo nas opções do técnico Rui Vitória que lançou para o "onze" titular Luisão e Samaris deixando de fora Jardel e Fejsa, procurando poupá-los para o clássico do próximo fim-de-semana, mas sem conseguiu que o "onze" titular deste sábado conseguisse manter a qualidade para o futebol benfiquista exigida pelos seus adeptos.

A lesão de André Almeida, ao minuto 29, acabou por ser um verdadeiro tiro em cheio no porta-aviões encarnado, isto porque logo na primeira jogada após a entrada de Douglas em jogo, o tondelense Miguel Cardoso, jogador formado nas escolas do Benfica, entrou em velocidade no espaço entre Luisão e Douglas e, sem oposição, com um toque de habilidade, fez um chapéu a Varela para o golo do empate. Depois, ao minuto 39, e após um lançamento longo para a grande área dos encarnados, Ricardo Costa ganhou de cabeça ao "girafa" Luisão, servindo Miguel Cardoso para que este pudesse fazer o segundo golo uma vez mais sem oposição, isto porque Douglas simplesmente estava por essa altura a fazer figura de corpo presente à beira da baliza do Benfica.

180428 Benfica Tondela 001

180428 Benfica Tondela 002

Ao intervalo, o Tondela estava assim em vantagem no marcador da partida, e a verdade é que o Benfica nada fez para contrariar esta realidade. Na verdade, até fez, mas pior, quando Rui Vitória apostou na entrada de Seferovic para o lugar do sérvio Zivkovic, mantendo em campo jogadores como Samaris ou Luisão, quando era necessário apostar tudo no jogo ofensivo para inverter o marcador. O Tondela ficava assim mais confortável, até porque Seferovic foi um elemento a menos no relvado para o conjunto benfiquista, o terceiro golo da turma visitante acabou mesmo por surgir, ao minuto 81 por Tó Mané, que uma vez mais ganhou uma bola dividida com Luisão, sem dúvida infeliz nesta partida em que marcou o seu regresso à equipa titular do Benfica.

Tó Mané fez o terceiro golo para o Tondela, os adeptos do Benfica trataram logo ali de começar a abandonar as bancadas da Luz, e muitos já nem viram o segundo golo do Benfica apontado por Sálvio, um golo que o argentino nem sequer festejou, consciente de que nada alterava em termos de resultado final aquele golo apontado sobre o minuto 90. O jogo, esse, terminaria pouco depois, com o Benfica a ser “brindado” com uma enorme assobiadela por parte dos seus adeptos, os mesmos que tributaram à formação do Tondela um enorme aplauso.

Rui Vitória, o técnico do Benfica, não deixou as quatro linhas sem ver inúmeros lenços brancos a partir da bancada, num gesto que deverá obrigar os dirigentes "encarnados" a olhar para o que tem sido feito no futebol do clube numa época em que se lutou pelo “penta” e em que será possível para o Benfica chegar ao final sem qualquer título conseguido e, porventura pior ainda, sem o segundo lugar garantido, o tal que dá lugar à classificação para o play-off da Liga dos Campeões. Este tema, porém, será para apurar no próximo fim-de-semana quando Sporting e Benfica discutirem em Alvalade essa posição na classificação geral da Liga NOS na qual, mais em baixo, o Tondela, herói da Luz, garantiu com este triunfo a desejada manutenção na I Liga... justamente!

reportagem: Jorge Reis
fotos: reprodução ©Twitter

180428 Benfica Tondela 003

180428 Benfica Tondela 004

180428 Benfica Tondela 007

180428 Benfica Tondela 006

Pin It