O Sporting da Covilhã, da II Liga, a jogar em casa na cidade serrana, impôs esta terça-feira um empate (1-1) ao Benfica, o líder da I Liga, em jogo da segunda jornada do Grupo B da terceira fase da Taça da Liga em futebol. Num primeiro tempo sem golos, o Benfica apresentou-se pouco determinado e incapaz de ultrapassar a boa colocação defensiva do Sporting da Covilhã. Bruno Lage acabou por recorrer aos seus elementos mais “fortes” para o segundo tempo, como Carlos Vinícius, Pizzi e Taarabt, mas seria o conjunto serrano a adiantar-se no marcador logo ao minuto 46, por Bonani.

Apresentando um “onze” com algumas surpresas, como Zivkovic como extremo-direito e Jota a aparecer no corredor esquerdo, com Raul De Tomaz como o homem mais avançado no terreno, Zlobin na baliza e ainda Tomás Tavares e Nuno Tavares como defesas laterais direito e esquerdo, respectivamente, o Benfica dava conta de uma enorme “revolução” na equipa escalada por Bruno Lage, que chamou ainda ao jogo Jardel para formar a dupla de centrais com Ruben Dias, e Samaris para jogar no meio-campo ao lado de Gedson e Florentino.

A surpresa no marcador começou por surgir então no primeiro minuto do segundo tempo, com Bonani a rematar para o golo sem possibilidade de defesa para Zlobin. O Benfica procurou responder, mas a verdade é que apenas ao minuto 82 chegou ao golo do empate, por Jota, num remate em zona frontal à baliza serrana, um golo que fechou o marcador com o empate que deixa para já o Sporting da Covilhã na liderança deste Grupo B da Taça da Liga, com os mesmos dois pontos que o Benfica mas com dois golos marcados contra apenas um conseguido pelos “encarnados”.

SCC SLB 03

SCC SLB 02

A classificação deste Grupo B depois da segunda jornada será conhecida apenas amanhã quando Vitória de Setúbal e Vitória de Guimarães, ambos com um ponto, se encontrarem esta quarta-feira no Estádio do Bonfim, na discussão pelo primeiro lugar do grupo.

Quanto ao jogo desta terça-feira na fria noite da Covilhã, terminou com um empate que valeu aos pupilos de Bruno Lage uma grande vaia por parte dos seus adeptos, desiludidos com a fraca prestação dos “encarnados” que só não saíram vergados por uma derrota porque Jota livrou a sua equipa de uma vergonha maior. Curiosamente, durante o primeiro tempo houve uma falta cometida sobre Raul De Tomaz na grande-área dos serranos, um lance que daria uma grande penalidade que poderia ter mudado o rumo dos acontecimentos. Ainda assim, a verdade é que o Sporting da Covilhã mereceu por inteiro o ponto conquistado pois, por aquilo que as duas equipas fizeram no relvado do Estádio Santos Pinto, na Covilhã, seria de todo injusta uma derrota para a turma serrana.

texto: Jorge Reis
fotos: reprodução ©Twitter

Pin It