×

Mensagem

Failed loading XML... Entity 'agrave' not defined

Depois de ter recebido formalmente esta quarta-feira a acusação do Ministério Público que incide sobre a SAD do Benfica, o presidente do clube e director geral da SAD dos "encarnados",  Luís Filipe Vieira, reagiu à acusação com a leitura de um curti comunicado na sala de Imprensa do Estádio da Luz referindo, entre outras coisas, a acusação feita “não tem qualquer fundamento sério, não podendo a Benfica SAD deixar de repudiar e indignar-se com esta acusação.”

Acompanhado por todos os elementos da Direcção do Benfica, bem como de todos os dirigentes da SAD do clube, excepção feita a Rui Costa por este se encontrar no estrangeiro como foi referido antes mesmo da chegada de Luís Filipe Vieira à sala de Imprensa, o líder máximo dos "encarnados" começou por falar em nome da SAD dando conta de que a notificação da acusação já chegou ao clube: “A SAD informa que recebeu hoje a notificação do processo e depois de reunir e apreciar a acusação, vem informar os sócios e adeptos, bem como accionistas e parceiros: Como era expectável, a acusação em nada vem alterar a certeza de total licitude dos comportamentos e atuação da Benfica SAD, neste ou outro processo.”

Tranquilo e de forma firme, Luís Filipe Vieira  prosseguiu de imediato afirmando que “não existe qualquer facto que permita a imputação dos crimes descritos nem conduta que relacione a SAD com qualquer dos crimes” descritos na referida acusação, reafirmando por isso “a total licitude de comportamentos da Benfica SAD”. “A SAD não pode deixar de repudiar o tempo, modo e forma como se viu envolvido nesta acusação, sem qualquer fundamento sério que a justifique. A SAD continuará a defender a reputação do Benfica, que prestará colaboração com as forças judiciais".

Aos adeptos do Benfica, o líder máximo dos "encarnados" deixou ainda um apelo: “Confiem na licitude dos seus comportamentos e seriedade da sua atuação" propondo-se a SAD a "actuar neste processo com a mesma determinação com que recuperou o Benfica.”

“A SAD relembra que à presente data todas as decisões judiciais nos foram favoráveis, sendo que o debate comunicacional que vamos continuar a assistir em nada altera a confiança nos tribunais e a certeza que os tribunais limparão o nome do Benfica", concluiu Luís Filipe Vieira.

Recorde-se que a SAD do Benfica está acusada de 30 crimes no processo e-toupeira, estanto igualmente acusado o seu assessor jurídico, Paulo Gonçalves, mas este de 79 crimes, de acordo com o teor da acusação do Ministério Público.

Pin It