×

Mensagem

Failed loading XML... xmlParseEntityRef: no name

Um golo do avançado suíço Seferovic, chamado ao "onze" titular pelo técnico Rui Vitória que deixou Ferreyra no banco, abriu o caminho para uma vitória tranquila do Benfica no terreno do Nacional da Madeira, em jogo realizado este domingo no terreno da turma insular, na Choupana, onde os "encarnados" fecharam a partida com uma goleada de 4-0 sobre a equipa às ordens de Costinha. E se o primeiro golo foi de Seferovic, na resposta a uma assistência de Sálvio, o suíço mostrou estar em bom momento já que também ele fez uma assistência para golo, devolvendo a "prenda" a Sálvio, que assinou o segundo golo do Benfica, no fecho do primeiro tempo.

A vencer por 2-0 ao intervalo, o Benfica pôde controlar a partida frente a uma equipa do Nacional da Madeira que nunca provocou grandes dores de cabeça ao conjunto visitante. Ainda assim, nas poucas vezes em que foi chamado a intervir, o guarda-redes Odysseias respondeu sempre a preceito. Acabou assim por ser o Benfica, com naturalidade, a regressar aos golos no segundo tempo, com Grimaldo a assinar o terceiro golo ao minuto 76, com um remate de pé esquerdo após uma assistência de Pizzi, havendo ainda que contabilizar um quarto golo, ao minuto 90+03', agora por Rafa Silva, também aqui após uma assistência de Pizzi.

Fica assim o registo de uma vitória tão tranquila quanto justa do Benfica sobre o Nacional da Madeira, uma equipa que deu conta de um meio-campo permissivo, sem ideias, que acabou por ser controlado pelo melhor futebol do Benfica, que assim somou a terceira vitória em quatro jogos na I Liga, garantindo a continuidade na liderança do campeonato a par do Sp.Braga e do Sporting, que este sábado venceram os respectivos compromissos.

O campeonato da I Liga irá parar durante duas semanas, regressando depois disso o Benfica à competição com a recepção no Estádio da Luz da formação do Desportivo das Aves. Já o Nacional da Madeira, terá pela frente na quinta jornada do campeonato a visita ao relvado do Feirense.

texto: Jorge Reis
fotos: reprodução ©Twitter

Pin It