Foi no sábado 1 de Abril mas não se tratou de qualquer mentira... o Sporting venceu mesmo o Santa Clara, último classificado na I Liga, e por um tranquilo resultado de 3-0 com golos de Paulinho e Trincão no primeiro tempo, respectivamente aos 14' e 22' minutos, e já na etapa complementar por Marcus Edwards, ao minuto 52'.

Num jogo que começou com as equipas e público a guardarem um minuto de silêncio pelas duas mulheres vítimas do ataque no Centro Ismaili de Lisboa na última terça-feira, dia 28 de Março, em particular por uma delas, Mariana Jadaugy, de 24 anos, ela que era associada do clube de Alvalade, o jogo acabou por decorrer de forma tranquila para a equipa da casa frente a um adversário que raramente conseguiu incomodar de forma efectiva o guarda-redes leonino António Adán.

Mariana Jadaugy, morta no ataque ao Centro Ismaíli de Lisboa, foi homenageada em Alvalade, ela que era associada do clube leonino

Para a estatística do campeonato ficaram os “onzes” titulares das duas equipas, com o técnico sportinguista Rúben Amorim a chamar para o início deste jogo Adán; Diomande, Gonçalo Inácio e Matheus Reis; Arthur, Ugarte, Pedro Gonçalves e Nuno Santos; Edwards, Paulinho e Trincão.

Do lado do Santa Clara, o treinador interino da formação insular, Accioly, escolheu a seguinte formação: Gabriel Batista; Pierre Sagna, Ygor Nogueira, Adriano e Paulo Henrique; Bobsin e Kento Misao; Allano, Bruno Almeida e Gabriel Silva; Tagawa.

Paulinho foi o autor do primeiro golo do Sporting neste jogo apontado ao minuto 14' depois de um de pontapé livre batido por Pote a que Paulinho respondeu com um cabeceamento eficaz 

No segundo tempo jogaram ainda pelo Sporting os suplentes St. Juste, Luís Carlos, Tanlongo, Morita e Rochina, que foram chamados para as saídas de Gonçalo Inácio, Matheus Reis, Ugarte, Pote e Marcus Edwards, tendo a equipa do Santa Clara respondido com igual número de mudanças, também cinco, tendo saído Adriano, Tagawa, Bruno Almeida, Allano e Gabriel Silva, permitindo desse modo as entradas de Bruno Jordão, Matheus Babi, Costinha, M.T. e Andrézinho.

Foi árbitro desta partida André Narciso, auxiliado por Paulo Brás e Hugo Coimbra. As funções de VAR estiveram a cargo de Tiago Martins que, na Cidade do Futebol teve ao seu lado como AVAR Hugo Ribeiro.

Trincão foi o autor do segundo golo dos leões na resposta a uma jogada exemplar de Marcus Edwards que deixou o seu companheiro isiolado frente ao guardião Gabriel Batista

Paulinho, com o golo que abriu a contagem e com uma exibição convincente acabou por merecer a classificação de “homem do jogo”, assumindo-se claramente como o elemento mais influente no conjunto orientado por Rúben Amorim.

Com esta derrota, o Santa Clara afundou-se ainda mais na tabela classificativa da I Liga, continuando com o estatuto de “lanterna vermelha” na perspectiva cada vez mais evidente de não conseguir escapar à descida de divisão.

Marcus Edwards, que já tinha feito a assistência para o segundo golo do Sporting, acabou ele mesmo por fechar a contagem com o terceiro golo frente ao Santa Clara ao minuto 52'

O jogo entre Sporting e Santa Clara acabou por ser resolvido bem cedo, com o 3-0 favorável à turma de Alvalade
fotos: Luís Moreira Duarte
Pin It