Foi com um golo de Borja já na segunda parte do jogo entre Sporting e Marítimo, referente à 15ª jornada, que os “leões” garantiram os três pontos em jogo no Estádio de Alvalade disputado na passada segunda feira, dia 27, com o Sporting a vencer em casa o 12º classificado da Liga NOS. Num jogo marcado pelo silêncio que se fez sentir no estádio de Alvalade, o Sporting teve dois golos anulados em situações diferentes do jogo, mas conseguiu ainda assim chegar à vitória num resultado importante para as cores leoninas.

Durante a primeira parte desta partida, o Sporting esteve mais forte ofensivamente, a conseguir progredir no terreno, enquanto que o Marítimo foi encontrando com dificuldades em defender o último terço do terreno. Ainda assim, e ao mesmo tempo, a turma insular teve tempo para criar perigo para o guarda redes do Sporting, com os “leões” a fazerem alinhar o mais recente reforço de inverno, Sporar, que entrou no lugar de Luiz Phellype devido a lesão deste. Aos 17 minutos, certamente sem estar à espera de entrar no jogo tão cedo, o internacional eslovaco de 25 anos acabou mesmo por entrar no jogo aos 17 minutos de jogo e pouco depois quase consegue inaugurar o marcador, valendo ao Marítimo a intervenção de Abedzadeh que defendeu o remate do avançado.

Ao minuto 19', o defesa central Coates, com um pontapé acrobático, colocou a bola no fundo das redes, mas o árbitro auxiliar assinala uma posição irregular que o VAR confirmou pelo que o suposto golo foi mesmo anulado. O Maritímo foi dando conta de uma imagem apagada durante a primeira parte, sem criatividade no capítulo ofensivo mas de igual modo na defensiva, sem conseguir criar jogadas e apenas aos 37 minutos de jogo é que o Marítimo teve a primeira oportunidade para criar perigo ao Sporting a partir de um pontapé de canto ainda assim sem consequêcias.

01LM2070

01LM2098

01LM2177

Antes do intervalo, o Marítimo voltou a atacar, com um grande passe de Nanu a isolar Rodrigo Pinho que respondeu com um remate potente, defendido todavia pelo jovem Luís Maximiano que assim impediu o sucesso ao avançado da equipa do Marítimo.

Acabaria assim por ser durante o segundo tempo que o jogo viria a ser resolvido, com o Sporting a superiorizar-se perante um Marítimo que continuou com uma prestação fraca em termos ofensivos, e que raramente conseguiu dar resposta à alta pressão proveniente da linha do meio campo leonino. Esta, agora mais assertiva, conseguiu construir mais oportunidades de perigo e acabou mesmo por chegar ao golo, apontado por Borja.

Com uma assistência do jovem Jovane Cabral, com um cruzamento rasteiro para a zona frontal à baliza maritimista, apareceu Borja a responder e a rematar de forma certeira, sem perdoar a colocar a bola no fundo das redes do adversário. O Sporting somava assim os três pontos perante um adversário que baixou em muito a sua produtividade no segundo tempo, sem capacidade de lutar pela reposição da igualdade frente um conjunto leonino que teima em não conseguir mostrar futebol de qualidade mas que vai continuando, ainda assim, somar os pontos para andar na luta pelo terceiro lugar da I Liga. Já o Marítimo terá que conseguiu muito mais para manter o nível de prestações de outras épocas, tendo deixado neste jogo de Alvalade uma ideia de um conjunto muito fraco e sem capacidade para muito mais.

texto: Diogo Reis
fotos: Luís Moreira Duarte

01LM2669

01LM3032

01LM3061

Pin It