A inscrição no muro sobre a bancada no primeiro anel do Estádio de Alvalade indica que é ali a zona destinada à claque Juventude Leonina mas este domingo, no dia em que o líder da claque, Nuno Vieira Mendes, conhecido como Mustafá, mas também o ex-presidente leonino Bruno de Carvalho, foram detidos para serem ouvidos amanhã no Tribunal do Barreiro, no âmbito do processo em redor da invasão à Academia de Alcochete, a sede da Juve Leo esteve a ser alvo de buscas e a principal claque do clube de Alvalade simplesmente não esteve presente no jogo entre Sporting e Desportivo de Chaves.

Segurança musculada em redor de todo o Estádio de Alvalade mas também no seu interior, nomeadamente na garagem do Estádio com inúmeros elementos do corpo de intervenção da GNR a postos para qualquer eventualidade marcaram assim o ambiente em redor do jogo entre Sporting e Desportivo de Chaves referente à 10ª jornada da Liga NOS. Depois de ter sido do conhecimento público que o ex-presidente leonino Bruno de Carvalho, mas também o líder da claque Juventude Leonina foram detidos ao final da tarde, as forças policiais avançaram para Alvalade onde estiveram até bem perto do final do jogo, efectuando operações de buscas na sede daquela claque onde, à porta, uma inscrição deixa claro: “Um dia Juve Leo, Juve Leo até morrer".

Acabou assim por ser de algum modo estranho um jogo do Sporting no seu recinto com a zona das bancadas normalmente ocupada pela “Juve Leo” despida de público. No dia em que chegou a Alvalade o técnico holandês Marcel Keiser para assumir o lugar que interinamente foi preenchido por Tiago Fernandes, Keiser foi “recebido” num recinto “guardado” por elementos do Corpo de Intervenção da GNR (o processo relativo aos acontecimentos de Alcochete continua sob a alçada da GNR), muitos deles armados de ‘shotguns’, e sem a presença no jogo da principal claque do clube que, curiosamente, nem sempre tem estado ao lado do actual presidente do Sporting, Frederico Varandas.

181111 SCP GDC 01

A propósito do afastamento da claque Juventude Leonina relativamente ao presidente Frederico Varandas, foi particularmente falado na Imprensa o momento em que o presidente do clube de Alvalade não terá cumprimentado o líder da claque durante a presença dos "leões" em Londres para ali defrontarem o Arsenal, em jogo da quarta-jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, uma situação que Varandas viria a minimizar limitando-se a afirmar que não se tinha apercebido da presença de Mustafá naquele local.

À margem de tudo isto, será importante dar conta que no jogo que aconteceu ao mesmo tempo das buscas na sede da Juventude Leonina em Alvalade, onde os elementos da claque não estiveram presentes já que os bilhetes para a partida estavam na “casinha”, nome dado ao espaço da Juve Leo, e por isso inacessíveis à claque para distribuição, o Sporting acabou por vencer a turma do Desportivo de Chaves por 2-1, com golos de Bas Dost aos 29 e aos 86 minutos, este último apontado a partir de uma grande penalidade, tendo o Desportivo de Chaves feito o seu golo por Niltinho, aos 79 minutos.

©LusoGolo

Pin It