moreirauniaoAinda não foi desta que o Moreirense, mesmo a jogar em casa, conseguiu a sua primeira vitória no campeonato português da I Liga . Naturalmente favorito por jogar com o apoio dos seus adeptos, frente a uma equipa recém-promovida ao escalão principal do futebol português, o União da Madeira, a formação de Miguel Leal não foi além de um nulo num jogo em que, em abono da verdade, até fez mais do que aquilo que conseguiu.

O futebol não é um jogo justo e o Moreirense até se pode queixar de falta de sorte. No entanto, perante um espectáculo de tão má qualidade nenhuma das equipas merecia vencer. Ainda assim, foi o conjunto da casa que demonstrou querer mais o triunfo, até porque as três anteriores derrotas assim o obrigavam.

As oportunidades surgiam para ambas as formações. Contudo, foi o ponta-de-lança moreirense Rafael Martins, a dispor das mais importantes oportunidades de perigo. Primeiro num remate defendido por André Moreira e posteriormente viu Paulinho a negar-lhe o golo à boca da baliza.

O intervalo chegava com o marcador em branco… e assim ficou. A partida manteve-se na mesma toada, com a equipa minhota a tentar chegar ao golo, mas vendo as suas tentativas saírem frustradas. Evaldo foi protagonista quando, após um livre de Iuri Medeiros, remata sem força, a um metro da baliza, para defesa do internacional sub-20 português.

Os adeptos da casa desesperavam e pior ficaram quando Iuri Medeiros, extremo emprestado pelo Sporting, atirou para fora quando estava isolado perante o guarda-redes insular.

O União da Madeira ainda esboçou um ar da sua graça e podia mesmo ter chegado à vantagem, não fosse o remate de Amilton, que surgiu solto na esquerda do ataque unionista, ter saído ligeiramente ao lado.

O Moreirense alcançou o primeiro ponto na competição. Em contrapartida, os madeirenses já levam cinco e estão a fazer um bom início de campeonato.

texto: João Carreira
fotos: DR/LusoGolo

Pin It