×

Mensagem

Failed loading XML... Entity 'atilde' not defined Entity 'ordm' not defined Entity 'iacute' not defined

jotapacosExemplos de que o futebol não é justo é o que não falta no panorama mundial. E aqui está mais um. O Boavista perdeu com o Paços de Ferreira por 0-1 , num jogo impróprio para cardíacos.

Os castores entraram bem na partida, motivados pela boa prestação na Liga até ao momento, onde ainda não perderam, e logo nos primeiros cinco minutos, desperdiçaram três boas ocasiões para fazer o golo.

Ainda assim, os axadrezados acordaram rapidamente e responderam de seguida, por intermédio de Paulo Vinícius que proporcionou a defesa da noite a Marafona.

Estava encontrada a toada da primeira parte, ambas as equipas a tentar chegar ao objectivo principal. Porém, nem Diego Lima, Luisinho ou Zé Manuel do lado boavisteiro, nem João Silva e Diogo Jota do lado pacense, conseguiram inaugurar o marcador.

A segunda parte começou com um duelo entre Inkoom e Diogo Jota, com clara vantagem para o português. Em dois minutos, o Boavista ficou reduzido a dez unidades. O pensamento geral foi de que o Paços viria para cima dos axadrezados e assentar o seu domínio territorial na partida.

Mas o que aconteceu surpreendeu tudo e todos. A equipa da cidade do Porto subiu no terreno e encostou o Paços às cordas. No entanto, a falta de eficácia acabou por trair os atrevidos pupilos de Petit.

Zé Manuel foi o mais azarado quando de baliza aberta, rematou para fora. Uchebo seguiu a linha do colega e as suas tentativas também saíram goradas.

O mesmo Zé Manuel, o homem mais perigoso do ataque boavisteiro, construiu uma bela jogada pela esquerda, centrou, a bola já havia passado pelo guarda-redes Marafona, mas Miguel Vieira fez um corte in-extremis em cima da linha de golo, o esférico ainda sobrou para Anderson Correia que rematou por cima.

À passagem do minuto 89, depois de vários atrasos comprometedores por parte da defensiva do Boavista, a bola chega a Mika que tenta despachar de pé esquerdo, mas o ponta-de-lança Jota que nunca desistiu do lance, conseguiu interceptar o alívio e ficou com o esférico ao seu dispor para colocar o Paços na frente do marcador, oferecendo três preciosos pontos à sua equipa.

Com esta vitória os castores ficam em quarto lugar isolado, o Boavista permanece no 14º posto.

texto: João Carreira
fotos: DR/LusoGolo 

Pin It