×

Mensagem

Failed loading XML... Entity 'aacute' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'ecirc' not defined Entity 'aacute' not defined Entity 'ccedil' not defined Entity 'eacute' not defined Entity 'aacute' not defined Entity 'ecirc' not defined Entity 'aacute' not defined

 JPT1051Terminada a quinta jornada da principal liga portuguesa de futebol, os treze pontos de Porto e Sporting fazem com que estes dois “grandes” tenham uma vantagem confortável de quatro pontos , perante Benfica, Sp. Braga e o surpreendente Estoril-Praia. Num fim-de-semana marcado ainda por duas demissões.

O prato forte da jornada disputou-se no Dragão entre FC Porto e SL Benfica, com claro destaque para a vitória dos portistas que os deixa na primeira posição. Depois de um jogo muito disputado com ascendente para o Benfica na primeira metade, que viu Casillas a negar o golo pelo menos por duas ocasiões, foram os azuis que, logo à saída para a segunda parte, partiram para cima dos encarnados e acabaram por concretizar o golo da vitória por intermédio de André André, após bela combinação com Varela.

Sabendo de antemão o resultado dos rivais directos, o Sporting entrava com muito a ganhar (mas também a perder) para o jogo ante o Nacional. Numa partida de paciência, foi Montero que desfez o nó e facturou o único golo, aos 85 minutos, quando os insulares já jogavam com menos uma unidade durante largo período.

 JPT1199 JPT1371

Foi um fim-de-semana recheado de incidências como se pode comprovar pelas duas demissões que ocorreram em Coimbra e em Guimarães. As chamadas chicotadas psicológicas iniciaram-se na quinta jornada.

José Viterbo foi a primeira “vítima”, ao pedir a demissão depois de perder os seis jogos oficiais disputados, frente a Paços de Ferreira, Nacional, Setúbal, Sporting, Marítimo (para a Taça CTT) e Boavista.

viterboVGuimaraesBelenenses01

O senhor que se seguiu foi armando Evangelista, técnico que sucedeu a Rui Vitória, no comando do V. Guimarães. Evangelista desde o início que não era a primeira escolha dos sócios e a contestação aumentou quando os vimaranenses foram eliminados da 3ª pré-eliminatória da Liga Europa, frente ao modesto Altach, da Aústria. Apenas um triunfo em sete jogos oficiais não foram suficientes na óptica do treinador que consequentemente pediu a demissão na sequência do empate alcançado fora, perante um Setúbal em inferioridade numérica durante a maior parte do jogo.

Destaque para o bom início de época de Sp. Braga, que “arrumou” o Marítimo por 5-1, e do Estoril que foi a Tondela arrancar três pontos preciosos. As duas formações encontram-se em igualdade pontual com o Benfica na terceira posição da tabela classificativa.

Nos restantes jogos, o Rio Ave conseguiu uma excelente vitória no dificílimo Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira, onde venceu por 0-3. Os conjuntos do União da Madeira e do Arouca continuam a fazer um começo de prova muito acima das expectativas, mas nesta partida entre ambos, anularam-se mutuamente. O europeu Belenenses conseguiu a primeira vitória do campeonato ao derrotar no Restelo a decepcionante formação moreirense, por duas bolas a zero.

 Altach-Belenenses-20ago

texto: João Carreira
fotos: DR/LusoGolo 

Pin It