Fábio Coentrão, lateral-esquerdo que na última época alinhou pelo Sporting por empréstimo do Real Madrid, clube espanhol com quem tinha ainda contrato mas não era opção para o técnico Lopetegui, garantiu a rescisão com o clube espanhol e assinou pelo Rio Ave por uma época, naquilo que o clube de Vila do Conde anunciou neste último dia do mercado de transferências europeu como “um regresso a casa” do jogador natural das Caxinas.

O lateral-esquerdo Fábio Coentrão de quem se dizia que era pretendido pelo Sporting para continuar em Alvalade, acaba assim surpreendentemente por resolver o seu futuro imediato no seu clube de origem, isto quando o jogador não tinha vaga no plantel do Real Madrid, estranhando-se apenas o facto de não ter sido possível o entendimento para a sua continuidade em Alvalade, algo que se poderá explicar por algum mau ambiente que o jogador eventualmente poderia ter no Sporting depois de um final de época em que o seu nome esteve por vezes associado a algumas polémicas no período mais atribulado da presidência então de Bruno de Carvalho, nomeadamente logo após o episódio da agressão aos jogadores na Academia de Alcochete.

Curiosamente, ao final do dia de hoje, e já depois de se saber do vínculo de Fábio Coentrão com o Rio Ave, o próprio Fábio Coentrão mostrou-se algo desagradado porque, segundo ele, o Sporting não o abordou para que pudesse continuar em Alvalade, afirmando mesmo em declarações ao jornal Record... “Fiquei à espera até hoje da chamada do clube, pelo qual dei tudo o que tinha o ano passado, e até ao dia 31 recebi zero chamadas. É triste...”

Fábio Coentrão fica assim na temporada agora em curso no Rio Ave, porventura para uma época bem mais tranquila num clube que tem o foco apenas nas competições nacionais, isto porque o Rio Ave não conseguiu segurar uma possível vaga na Liga Europa.

Pin It