A jogar em casa, no relvado da Reboleira, o Estrela da Amadora venceu o Benfica B por 2-1, em jogo do campeonato da II Liga, uma partida que ficou assinalada com mais uma arbitragem muito contestada, nomeadamente pelos encarnados que reclamaram da forma como decorreu um lance já perto do final do jogo quando a equipa visitante esteve perto do golo do empate. Certo foi que o árbitro da partida, João Afonso, de 27 anos filiado na Associação de Futebol de Bragança, teve decisões que não agradaram a todos, nomeadamente quando descobriu já perto do final do jogo, durante os minutos de compensação da partida, uma falta ofensiva do ataque dos encarnados quando estes tinham tudo para fazer o golo do empate e distribuir os pontos do jogo pelas duas equipas.

A verdade é que o Estrela da Amadora foi mais eficaz, jogou melhor e garantiu o triunfo, num jogo em que se destacou o defesa Mansour, na equipa visitada, bem como o avançado Ronald, que apontou um dos golos do jogo, na altura a dar o 2-0 para o Estrela. Na equipa do Benfica o destaque foi para a presença em campo dos nórdicos Tengstedt e Schjelderup, o primeiro como titular na equipa B do Benfica e o segundo como suplente utilizado no segundo tempo.

fotos: Luís Moreira Duarte

A lutar claramente pela subida de divisão à I Liga, onde já andou em anos passados,
o agora renovado Estrela da Amadora no velhinho Estádio José Gomes
mostrou neste embate com o Benfica B as credenciais de uma formação
que tem argumentos para garantir a concretização do seu objectivo,
a subida ao principal escalão do futebol português.

Entre os jogadores em campo, dois deles concentraram as atenções do público,
nomeadamente o avançado estrelista Ronald, ele que marcou um dos golos da formação tricolor,
e o outro o nordico Schjelderup, jogador que chegou ao Benfica no mercado de inverno
e que em breve poderá estar a dar cartas na equipa principal dos encarnados.

O guarda-redes Samuel Soares, agora promovido a segundo guarda-redes da equipa principal do Benfica,
teve na Reboleira um jogo particularmente complicado no qual deu mesmo uma fífia permitindo o segundo golo
ao conjunto estrelista, isto depois de, no primeiro golo tricolor, ter estado no lance
que deu uma grande penalidade favorável à equipa visitada na Amadora.

Contratado para a presente temporada, Ronald, que até ao passado verão esteve ao serviço do Guarani,
tem sido um dos pilares do trabalho ofensivo do Estrela da Amadora e foi neste jogo contra o Benfica
o homem determinante para o desmontar do jogo defensivo dos “encarnados”.

Apenas com o Moreirense à sua frente, o Estrela da Amadora prossegue muito bem colocado
para garantir o objectivo da subida de divisão num jogo em que a arbitragem foi muito contestada pelo Benfica,
com um erro claro do árbitro João Afonso à beira do final da partida quando os “encarnados”
estiveram bem perto do segundo golo que daria o empate, um lance muito contestado até pelo presidente benfiquista,
Rui Costa, que acompanhou este jogo do Benfica B na Reboleira, Amadora.
Pin It