×

Erro

[SIGPLUS_EXCEPTION_SOURCE] Image source is expected to be a full URL or a path relative to the image base folder specified in the back-end but 2013/LUSOGOLO/ABERTURA/SURF/Supertubos2013/Surf02 is neither a URL nor a relative path to an existing file or folder.

IMG 9432Com uma linha de costa marítima ímpar na Europa e com "spots" de qualidade mundial para a prática do surf, Portugal começa agora verdadeiramente a apostar no desenvolvimento do surf , uma modalidade desportiva que é hoje uma verdadeira actividade económica, capaz de activar o turismo e comércio nos locais por onde passa ou onde assenta arraias. Em termos autárquicos há mesmo quem tenha já descoberto o filão do surf e reafirme a disponibilidade para novos investimentos como é o caso da Câmara Municipal de Peniche, autarquia que tem vindo a apostar na modalidade, voltou a receber este ano a jornada portuguesa do circuito mundial WTC, e quer continuar já no próximo ano no calendário desta competição, como referiu ao LusoGolo António José Correia, o presidente da Câmara de Peniche.

António José Correia deixou através do LusoGolo um convite ao ministro da Economia: "Olhe para aquilo que aqui se está a passar!"
{play}images/stories/podcasts/surfwtc.mp3{/play}
IMG 9408

Depois de Julian Wilson, em 2012, foi agora a vez de Kai Otton triunfar nas ondas da Praia de Supertubos, em Peniche, local que deverá receber no próximo ano este que é o mais importante circuito mundial de surf a julgar pelas palavras daquele autarca no balanço que fez, em exclusivo para o LusoGolo, e que pode acompanhar aqui no registo áudio. A “boa onda” deste evento e a qualidade que transmite a nível local, nacional, e certamente também a nível internacional, foi destacada por António José Correia que não deixou de enviar um recado ao ministro da Economia, a quem endereçou um convite para que estivesse presente no evento, convite que, espera, possa ser aceite em edições futuras.

Ao fazer um balanço positivo, até pelo imenso mar de gente que ocupou a praia de Supertubos, onde decorreu este evento, nomeadamente no último dia, uma quinta-feira, dia de semana, António José Correira começou por destacar a qualidade das ondas de Peniche, e desta praia em particular, capaz de receber "a Fórmula Um do surf mundial". Depois de alguns dias em que o estado do mar não ajudou, foi possível, ainda assim, ter ondas perfeitas para concluir esta etapa portuguesa do mundial de surf, como frisou este autarca: "A onda de classe mundial, que foi escolhida pelos surfistas, é a onde se Supertubos e mais uma vez isso se cumpriu".

Curiosamente, as boas ondas de Peniche apareceram três dias depois das más ondas que varreram o ânimo do país com o anúncio do Orçamento do Estado na segunda-feira, algo que mereceu também um comentário de António José Correia: "Acho que a onda positiva deste evento deve servir para quem fala muito sobre o desígnio do mar, tem aqui um exemplo de como o mar pode ser importante para a promoção do País, para promover as actividades e as empresas, como foi o caso da nossa região do Oeste (...) e por isso, ao ministro da Economia, faço-lhe um convite já que ele não pôde vir cá (convidei-o para vir cá), que olhe para este evento e para aquilo que aqui se está a passar, e tem aqui um aliado para contribuir para amenizar os problemas que o País tem".

Quanto ao futuro imediato do circuito mundial WTC de surf em Peniche, António José Correia deixou uma certeza: "Este evento vai estar cá para o ano. Não tenho dúvida. Não está fechado, mas também no primeiro ano, quando era só passagem, dizia que tínhamos 80 por cento de probabilidade de ser uma etapa inscrita, definitivamente, no campeonato do mundo, e isso concretizou-se. Agora, digo que temos 99,9 por cento desta etapa continuar em Portugal, de continuar em Peniche, e podermos, em conjunto com os Açores e Carcavelo, continuar a ter a promoção de Portugal a Partir das ondas".

texto e fotos: Jorge Reis/LusoGolo

{gallery}2013/LUSOGOLO/ABERTURA/SURF/Supertubos2013/Surf02{/gallery}

Pin It