Depois de Nuno Crato, enquanto ministro da Educação no Governo liderado por Pedro Passos Coelho, ter determinado o aumento do número de alunos no ensino básico, o gabinete de imprensa do actual ministro, Tiago Brandão Rodrigues, vem agora dar conta de que as turmas do 1.º ciclo vão voltar a ter 24 alunos, passando as turmas dos 2.º e 3.º ciclos a comportar entre 24 e 28 estudantes já no próximo ano lectivo.

Esta redução hoje pelo Ministério da Educação virá assim permitir que já em Setembro “as escolas públicas voltem aos números anteriores a 2013, operacionalizando-se desde o ano inicial de cada ciclo”. A redução do número de alunos por turma nas escolas da rede pública é uma das medidas do ministério que visa promover o sucesso escolar, “através da melhoria das condições de aprendizagem e do trabalho docente em sala de aula”.

O processo de redução do número de alunos por turma já começou nas escolas TEIP (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária) e avança agora para os restantes estabelecimentos de ensino de forma progressiva. Do Ministério da Educação liderado por Tiago Brandão Rodrigues é ainda reforçada a ideia de que este era um dos compromissos do XXI Governo Constitucional, da Lei do Orçamento de Estado e de promoção do sucesso escolar.

Pin It