×

Mensagem

Failed loading XML...

A magnifica companhia Russian Classical Ballet, dirigida por Evgeniya Bespalova, preserva a tradição do ballet clássico russo, algo que ficou claro no sempre “delicioso” Lago dos Cisnes, bailado que passou por Lisboa no passado mês de Dezembro e que o LusoCultura, canal de Cultura do website LusoNotícias teve o privilégio de assistir.

Esta companhia de ballet é composta por um elenco de bailarinos graduados pelas mais conceituadas escolas coreográficas: Moscovo, São Petersburgo, Novosibirsk e Perm. Artistas principais em alguns dos mais prestigiados teatros de dança, entre outros, dão corpo a esta companhia que concilia a mestria e experiência de bailarinos Internacionais, com a irreverência de jovens talentos emergentes no panorama da dança clássica.

A obra-prima do bailado clássico Lago dos Cisnes, conta-nos a história de amor, traição e triunfo do bem sobre o mal, uma mulher presa num corpo de pássaro e um homem desesperado por amor, são os ingredientes que se apresentam repletos de romantismo e beleza, este bailado é considerado o mais espetacular do repertório da dança clássica. A coreografia deste bailado requer uma elevada destreza e competência técnica na interpretação das personagens por parte dos bailarinos, que se entregam totalmente.

LagoDosCisnes02

LagoDosCisnes03

A dualidade de caráteres presentes na pureza da figura do Cisne Branco e pela intriga do Cisne Negro, requerem um grande drama, e uma interpretação exímia da bailarina Principal, especialmente nos dois Grand Pas de Deux, interpretados no II e III atos desta obra a par da beleza deslumbrante da Dança dos Pequenos Cisnes.

O prestigio e a notoriedade intemporal alcançados pela obra são motivados pela música inspirada de Pyotr Tchaikovsky, mas também pela coreografia inventiva e expressiva de Marius Petipa que, relacionando o corpo humano com os movimentos de um cisne, revela a sua genialidade, o seu potencial coreográfico e criatividade artística. Um tema de verdadeira poética romântica, onde o bem triunfa sobre o mal.

Pyotr Tchaikovsky compôs esta obra-prima de forma transcendente; a Suite Op.20 perpetuou a obra do compositor Russo. O êxito das composições de Tchaikovsky resulta da sua capacidade de conseguir expressar sentimentos através da linguagem musical, criando melodias intensas e emotivas.

Uma grande produção clássica e irresistível que representa um momento imperdível e memorável. Um espetáculo único que irá perdurar na nossa memória.

texto: Ana Cristina Augusto

LagoDosCisnes04

Pin It