Recortadores brilham no Campo Pequeno

Recortadores brilham no Campo Pequeno

Arte, 'afición', destreza e muita emoção permitiram um toureio tão especial quanto “recortado” em noite de festa brava

IMG 0512-copyA Praça de Touros do Campo Pequeno, tida com inteira justiças como a primeira Praça do país, recebeu no passado dia 29 de Julho a primeira etapa do Circuito Nacional de Recortadores "ArteLusa" , um projecto organizado pelo empresário Paulo Pessoa de Carvalho que pretende levar a algumas das mais importantes arenas nacionais, um espectáculo de arte, emoção e valentia, onde os recortadores, a corpo limpo, enfrentam animais bravos. Neste evento, os recortadores em praça actuaram com sucesso, tal como aconteceu já no festival Bullfest realizado no início do ano em Lisboa.

PUB

Para este evento, a Praça do Campo Pequeno teve um número significativo de aficionados com o portal LusoNoticias a acompanhar aquela que acabou por se revelar mais uma excelente jornada relacionada com a festa brava e inserida na comemoração dos 125 anos da Casa de Tauromaquia que é a Praça do Campo Pequeno. Abrindo o espectáculo com muito "glamour", o pequeno João Maria de Oliveira, com apenas oito anos de idade, assinou uma actuação recheada de muita elegância e determinação na arte de bem montar.

Elegante, destemido e convicto na sua performance equestre, o pequeno grande cavaleiro foi aplaudido de forma emocionada pelo público, revelando-se João Maria de Oliveira desde já, apesar da tenra idade, como um exemplo de continuidade nestas lides. Logo depois, e após sorteio para as entradas em acção, os doze Recortadores, organizados em grupos de quatro, mostraram as suas proezas, a destreza e valentia no enfrentar do adversário, os touros, com estes sempre em pontas, o que naturalmente potencializou o perigo mas também a emoção.

IMG 0467-copyIMG 0508-copyIMG 0527-copyIMG 0688-copy

Recortador é o nome chamado ao toureiro que, com a ajuda única do seu corpo, realiza com perícia a investida ao toiro — saltos por cima, joelhos, cadeira, saltos de anjo, mortais, salto a pés juntos e mortal inverso.

Este tipo de espetáculo é uma tradição centenária que teve origem em Espanha e que começou com as primeiras tauromaquias.

Podem realizar-se nas ruas ou em praças de touros e também existem concursos para eleger o melhor recortador, uma actividade para a qual surge como claramente necessário muita habilidade, agilidade, boa condição física e desportivismo para o sucesso deste espectáculo.

IMG 0743-copyIMG 0754-copyIMG 0779-copyIMG 0818-copy

Nesta noite, e no primeiro grupo de recortadores, actuaram Antonio Ojeda, Alexandre Carolino, o campeão de Portugal natural de de Vila franca de Xira, ainda Mário Rocha, finalista do Campeonato de Portugal 2016 e também ele de Vila Franca de Xira, e Jonathan Castanho, espanhol proveniente de Saragoça.

No segundo grupo actuaram Ivan Balleta, Sergio Sarrion, importantíssimo recortador dentro do circuito espanhol, ainda o sul-americano Diego Ratilla, e Raul Saez, campeão de Valência.

O terceiro grupo contou com os recortadores Sergio Recuero, atual campeão de França, Fernando Silva, vice campeão de Portugal, Pedro Carolino, um dos melhores quebradores mundiais, de Vila Franca de Xira, e Del Capo.

O entusiasmo do público foi sempre evidente e ninguém regateou aplausos a todos estes nomes, sempre muito aplaudidos de acordo com a especificidade das suas actuações.

Quanto a classificações finais desta primeira etapa do circuito português, o primeiro lugar coube a Pedro Miguel Carolina, que bateu Raul Saez, segundo classificado, e Fernando Silva, na terceira posição à frente de Jonathan Castanho, no quarto posto.

IMG 0636-copyIMG 0638-copyIMG 0651-copyIMG 0668-copy

Os prémios foram entregues ao som de "We are the Champions" pelo menino João Maria de Oliveira mas também pelo empresário Rui Bento, responsável pela Praça do Campo Pequeno.

A noite chegava por esta altura ao final, depois dos aficionados terem ali acompanhado a ousadia dos homens no enfrentar de toiros imponentes, animais da Herdade Rodolfo Proença que foram desafios superados pelos Recortadores, os homens que, pela sua destreza, coragem e "sangue frio", trouxeram ao público emoções fortes e únicas.

A final deste Circuito Nacional de Recortadores realizar-se-á em Outubro na Praça Palha Blanco, em Vila Franca de Xira.

texto: Glória Resende
fotos: Tito de Sousa

IMG 0689-copyIMG 0707-copyIMG 0708-copyIMG 0835-copyIMG 0909-copyIMG 0912-copyIMG 0925-copyIMG 0938-copy

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.