Luís de Matos propôs Chaos de ilusão e magia

Luís de Matos propôs Chaos de ilusão e magia

Uma noite única no palco do Tivoli BBVA permitiu ao mágico português Luís de Matos apresentar um espectáculo que conquistou e deslumbrou

JC 57687Um espetáculo único de magia, com o mágico Luís de Matos, permitiu a apresentação no Tivoli BBVA de Chaos de um show de magia e ilusão que tem vindo a ser desenvolvido desde 2012 , ainda assim "reescrito do zero" como referiu o seu criador, e teve a capacidade de conquistar e deslumbrar o público a que ele assistiu.

PUB

Desta feita, no final de Dezembro, a dois dias do final do ano de 2016 que ficou para trás, a proposta daquele que é o mais prestigiado máco português foi avançar para um espectáculo num palco simples e sóbrio, decorado em tons de vermelho e preto, que apresentava frases sobre o Caos escritas ou proferidas por várias personalidades como Saramago, Charlie Chaplin ou Nietzsche, entre outros.

O espetáculo foi sempre acompanhado de explicações e interações do mágico Luís de Matos, muitas delas pautadas pelo seu grande sentido de humor. Desde números mais tradicionais de cartas e da corda a participações do público, houve de tudo um pouco, sendo que os números mais aplaudidos foram aqueles em que o público participou mais ativamente.

Exemplo da participação activa do público surgiu em redor do truque com quatro cartões, contendo estes frases sobre o Caos e que cada espectador tinha na sua cadeira. Luís de Matos deu instruções ao público para cortar os cartões, baralhar, guardar uma parte de um cartão e deitar outras fora, trocar com o vizinho do lado, até só restar uma metade na mão e a outra guardada no bolso, acabando os mágicos de circunstância na plateia por descobrirem extasiados que afinal tinham as duas metades da mesma frase na sua posse.

Muito aplaudido foi também o número final desta noite de Chaos, em que Luís de Matos atravessou descalço uma mesa cheia de vidros partidos, como atestaram dois espectadores vindos do público, saindo ileso e sem qualquer indício de se ter ferido.

Depois da magia e da ilusão naquele Chaos afinal particularmente bem organizado, o espetáculo de Luís de Matos proporcionou uma noite mágica a todos os presentes que dificilmente irão esquecer e que por certo pretenderão logo que possível repetir. Nós lá estaremos!

texto: SM
fotos: JTC

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.