Tony Carreira fecha Tour 2016 com megaprodução

Tony Carreira fecha Tour 2016 com megaprodução

Foi perante uma esgotada plateia na MEO Arena que Tony Carreira, sempre apoiado pelas suas fãs, colocou um ponto final à tournée de 2016

JC 56258Naquela que foi a 17ª passagem de Tony Carreira pela MEO Arena, esta já mítica sala da capital, no Parque das Nações, esgotou por completo no encerramento da tour 2016 , com o artista a receber uma vez mais um enorme e caloroso apoio das suas fãs. Depois de um início do espectáculo “à boleia” de um coro de crianças que cantou “Ai destino”, ao qual se juntou depois o cantor para iniciar “A vida que eu escolhi”, Tony, por entre muitos aplausos, fez os primeiros agradecimentos aos presentes lembrando então a contabilidade destas presenças na MEO Arena, afirmando ser esta a tal 17º vez que canta na MEO Arena.

PUB

Segue-se um medley de baladas com “Se acordo e tu não estás” — em que Tony pede aos fãs para ligarem as luzes dos telemóveis —, “Quem esqueceu não chora”, “Porque é que vens”, “Mesmo que seja mentira” e “Mais uma noite”, temas em que o artista foi sempre acompanhado em coro pelas fãs.

No alinhamento, o tema seguinte fala de “Um grande amor”, retirado do último álbum, com Tony Carreira a interagir com o público para frisar que todos nós já vivemos um grande amor. “A estrada e eu” surgiu de imediato, com o artista a incitar o público a participar mais. “Se me vais deixar” e “Sem ti não sei viver” permitiram a continuidade da noite, com Tony a pedir uma vez mais ao público para ligarem as luzes dos telemóveis, iluminando o tema seguinte: “Porquê”.

Antes da música “Este sabor a ti”, três violinistas entram em “disputa” com o guitarrista, permitindo uma pequena pausa para Tony e aos elementos do coro para mudarem de roupa. Após a música, Tony Carreira aproveita para brincar com os cartazes que as fãs trazem, chegando mesmo a apontar um deles pela sua originalidade, no qual se pode ler “Tony a nossa mãe está solteira”.

O espectáculo, porém, não podia parar e era agora tempo de Tony Carreira apresentar Ricardo Landum, seu amigo pessoal, que com ele canta “Sonhos de menino” e declara a sua amizade ao homem por detrás do Tony Carreira, o António Antunes. Seguem-se mais três êxitos e a linda balada “Cantor de sonhos”.

JC 56308JC 56413JC 56414JC 56447

“Hoje menina, amanhã uma mulher”, tema interpretado por Tony Carreira com a sua filha, Sara Carreira, permitiu ao artista e dono desta noite referir ser ela a mulher da sua vida, um momento de muitos aplausos antes da apresentação dos músicos da banda.

Segue-se um acústico de quatro músicas — “Quando eras minha”, “A minha guitarra”, “Sonhador, sonhador” e “Ai destino” —, e antes do “encore” volta a agradecer aos fãs que o têm vindo a acompanhar há 28 anos, não só por isso mesmo, mas também por lhe terem dado ainda mais do que ele poderia imaginar. Justificava-se por esta altura mais um tema, “Tu levaste a minha vida”, acompanhado com um coro de gospel.

O encore começa com “O mesmo de sempre”, há tempo para a apresentação da restante banda que o acompanha nos violinos e violoncelo, também ao piano ou nos instrumentos de sopro, aproximando-se o espectáculo do final que viria a acontecer logo depois de mais dois temas, “A saudade de ti” e “A vida é pra viver”, ficando este último tema como um excelente recado final no final de uma noite ímpar de músicas que saíram no final da noite da MEO Arena, muitas delas a serem trauteadas pelo público que aplaudiu uma vez mais o artista ímpar que é António Manuel Mateus Antunes, ou como é conhecido sobre os palcos: Tony Carreira!

texto: SM
fotos: JTC

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.